O «WireLurker», um novo vírus capaz de roubar informações pessoais, levou a Apple a bloquear mais de 460 aplicações em iPhones, iPads e Macs. Este é o ataque «de maior escala» alguma vez sentido pela empresa.
 
Esta nova família de «malware», softwares destinados a infiltrar-se em computadores alheios de forma ilícita,  «marca uma nova era de vírus em plataformas móveis e de desktop da Apple», afirmou a empresa em comunicado, que acrescentou a capacidade de o vírus  «instalar aplicações de terceiros em dispositivos com iOS».

O «WireLurker» começa por infetar o software do Mac OS, através de aplicações descarregadas, ficheiros ou links virais, e depois consegue controlar e infetar outros dispositivos iOS -iPods, iPhones e iPads- conectados ao Mac por cabo USB.

O vírus foi descoberto pelos especialistas da Palo Alto Networks, que sugerem aos utilizadores que apenas descarreguem aplicações da Apple Store para garantir maior segurança aos dispositivos.

Até ao momento já foram afetados  milhares de utilizares um pouco por todo o mundo.