Uma aplicação para armazenar fotografias de forma segura foi desenvolvida por investigadores do Porto no âmbito de um projeto europeu para criar soluções que garantam a privacidade e a integridade de dados que as tecnologias atuais não conseguem oferecer.

A tecnologia SafeCloud Photos, vocacionada para o utilizador final, tem como "principal diferenciador a maneira como guarda as fotos na ‘cloud' (nuvem)", disse à Lusa o investigador Francisco Maia.

Contrariamente ao que acontece com as outras aplicações do género, a SafeCloud Photos "converte cada fotografia em dois ou mais pedaços de informação de tal modo que cada um desses pedaços, individualmente, não revela absolutamente nada sobre a imagem original".

Cada um desses pedaços é "armazenado num serviço online diferente, assegurando assim a total privacidade dos dados do utilizador", acrescentou.

A SafeCloud Photos, lançada em setembro, já está disponível para ‘download' gratuito e vai estar presente na WebSummit 2016, evento tecnológico que ocorre em Lisboa, de 8 a 10 de novembro.

Esta é uma das tecnologias desenvolvidas no projeto europeu SafeCloud, iniciado em 2015 e que tem a duração de três anos, financiado pela Comissão Europeia em três milhões de euros.

O projeto é coordenado pelo Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), do Porto, e conta com investigadores da Universidade do Minho e da Universidade do Porto.