Se é utilizador do WhatsApp Web o seu computador pode estar em perigo. Uma empresa de segurança informática, a Check Point, avisou que a versão da aplicação de mensagens instantâneas para PC tinha uma falha no sistema, que pode ter colocado 200 milhões de utilizadores em risco de fraudes eletrónicas.

Um bug no sistema  possibilitava a entrada de hackers e vírus nos dispositivos eletrónicos a partir do simples envio de um vCard. Apenas o ato de abrir um contato permitia o download imediato do conteúdo malicioso e a entrada no sistema.

O vírus que mais afetou os utilizadores da aplicação foi do tipo ransomware, que permite aos hackers “sequestrar” os computadores, tornando-os inoperacionais, para extorquir aos usuários um “resgate”.

O problema foi reportado ao WhatsApp, que é detido pelo Facebook desde fevereiro do ano passado, no dia 21 de agosto. Uma semana depois, a aplicação criou um patch para remediar o problema.

A empresa recomendou que os utilizadores atualizassem o mais rápido possível as versões do programa, para que pudessem prevenir-se contra as ameaças.

O WhatsApp garantiu que o problema só se estende à versão da aplicação para computadores.

Esta é a maior plataforma de mensagens online, com cerca de 900 milhões de usuários em todo o mundo.