A Apple oficializou os novos tablets, num evento em São Francisco, nos EUA. A empresa lançou, esta terça-feira, dois novos dispositivos: o iPad Air, que é o mais fino e mais leve de sempre, e o novo iPad mini com ecrã retina.

A novidade mais esperada era a nova versão do iPad: o iPad Air, uma versão mais fina, mais leve e com melhor «performance» do que as anteriores.

De acordo com a versão online da revista «Time», o novo modelo é 43% mais fino, com uma espessura de 7,5 milímetros (face aos 9,4mm do atual) e pesa menos 200 gramas. O ecrã tem 9,7 polegadas e o processador é o A7, com 64-bits, o mesmo chip do iPhone 5S. Comparado com o primeiro iPad, o novo tablet é oito vezes mais rápido e tem um desempenho 72 vezes melhor a nível de gráficos, refere a Apple.

O novo iPad terá ainda uma câmara de 5 megapixéis e suporte de vídeo em alta definição. A bateria assegura uma autonomia de cerca de 10 horas. O iPad Air vai estar disponível em prateado, branco, cinza «espaço» e preto.

O dispositivo chega às lojas a 1 de Novembro em cerca de 40 países, Portugal incluído, e vai ser comercializado a partir de 489 euros.

iPad Mini ganha ecrã Retina

A Apple renovou também o membro mais pequeno da família iPad. O destaque vai para a resolução do ecrã que é semelhante à do iPad Air, o que facilita a tarefa dos programadores de aplicações.

Depois de um iPad Air reduzido até às dimensões mínimas, a Apple decidiu também evoluir o iPad Mini. O ecrã mantém-se nas 7,9 polegadas, mas a resolução cresce até aos 2.048x1.536 pixéis, o que lhe vale o termo de Retina Display.

O processador evoluiu para um A7, tal como o do novo iPhone 5s, com arquitetura de 64 bits. A Apple promete uma capacidade de processamento quatro vezes superior e um desempenho gráfico até oito vezes melhor. A duração da bateria está estimada em 10 horas.

O iPad Mini com ecrã Retina ganhou ainda tecnologia MIMO que aumenta as capacidades do telemóvel no suporte a diferentes redes: móveis e Wi-Fi. Há também uma câmara iSight de cinco megapixéis na traseira.

Vai chegar aos mercados ainda durante o mês de novembro nas cores prateado, branco, cinzento e preto. O preço é de 399 euros para a versão de 16GB, 489 para a de 32GB, 579 euros para o modelo de 64GB, enquanto o de 128GB custa 669 euros. O iPad Mini original vai manter-se no mercado, mas o preço vai baixar para os 299 euros.