A Apple afirmou, quinta-feira passada, que as alegadas curvaturas no iPhone 6 Plus foram relatadas por, apenas, nove clientes. «Com uso normal, uma curvatura no iPhone é extremamente rara», garantiu Trudy Muller, porta-voz da empresa.

A mesma fonte acrescentou que os clientes que têm os seus iPhones «dobrados» podem devolvê-los numa loja da Apple e receber um de substituição. Em seguida explicou que a única forma de um iPhone dobrar é se alguém o colocar no bolso de trás da calça e ficar sentado por um longo período de tempo.

Numa conversa online com um funcionário da Apple, o «The Next Web» perguntou se um telefone dobrado poderia ser substituído. Ao que este respondeu que os funcionários têm de realizar uma «inspeção visual» nos telemóveis que os clientes afirmam estar dobrados.

Feita a inspeção, conforme a gravidade do problema, a Apple conserta o telemóvel ou fornece um substituto. A substituição só acontecerá se o telemóvel se tiver dobrado com um uso normal.

A crise foi apelidada de #Bendgate em comentários online e já teve consequências. As ações da Apple fecharam em queda de aproximadamente 4 por cento, a 97,87 dólares.

Hoje, 26 de Setembro, é o dia de lançamento destes telemóveis em Portugal. Os novos smartphones da Apple, o iPhone 6 e o iPhone 6 Plus, estão agora disponíveis em lojas físicas e online no mercado português.