O Facebook voltou a permitir vídeos com imagens de decapitações.

A rede social levantou esta segunda-feira uma interdição que já durava há meses. Agora, o Facebook volta a permitir esses vídeos desde que a publicação vise a condenação dessas ações.

«O Facebook tem sido um local onde as pessoas partilham as suas experiências, principalmente no que toca à condenação de eventos controversos, como sejam atos terroristas e abusos dos direitos humanos», refere um comunicado da rede social enviado à BBC.