logotipo tvi24

Imagens da influência da força gravitacional no planeta

Dados recolhidos por satélite vão ter várias aplicações, sendo as alterações climáticas um exemplo

Por: Redacção / VG    |   2010-06-29 11:14

O satélite Goce captou imagens em alta definição da influência da força da gravidade no globo terrestre. É uma das imagens mais requintadas que já se obtiveram da Terra, avança a BBC.

Os cientistas referem que os dados recolhidos vão ter numerosas aplicações, por exemplo, os estudos sobre as alterações climáticas, pois os investigadores vão conseguir perceber melhor como a grande massa de água do oceano está a transportar calor em redor do mundo.

O mapa permite reconhecer diferenças quase imperceptíveis na força gravitacional exercida pela massa do planeta, de um local para outro, a partir da montanha para as profundezas do oceano, por exemplo.

Dois meses de observação resultaram naquilo a que os cientistas chamam agora de geóide. «Toda a gente sabe o que é um nível em relação ao trabalho de construção e um geóide é um nível que se estende sobre toda a Terra», explicou o professor Rummel.

«Com o geóide, posso escolher dois pontos arbitrários do planeta e decidir qual deles está em cima e qual está em baixo», acrescentou.

O mapa define a horizontalidade, a superfície onde, em qualquer ponto, a força da gravidade é perpendicular.

Partilhar
EM BAIXO: Gravidade da terra em alta definição
Gravidade da terra em alta definição

NXT: células estaminais promete reconstruções ósseas
As células estaminais são extraídas de um pedaço de tecido, mais ou menos do tamanho de um cubo de açúcar
NXT: Um sistema de alerta de elefantes para tirar humanos da frente
O sistema de monitorização deve dizer-nos se o que vem aí é um grupo de fémeas com crias ou uma manada de jovens solteiros
A explicação para a forma da Lua
Satélite natural da Terra não é totalmente esférico
EM MANCHETE
Mais de dois mil edifícios com amianto
Levantamento feito pelo Governo foi divulgado esta quinta-feira e revela que 16% das construções estão contaminadas. Veja a lista dos ministérios com mais edifícios afetados
Ferreira Leite: Portugal não tem que agradecer «a pipa de massa»
Comissário Europeu: Governo escolheu, mas adiou decisão