A nave espacial russa Progress M-27M, que se desviou da sua órbita depois de ter sido lançada a semana passada com destino à estação internacional, deve cair na Terra esta sexta-feira, mas sem qualquer ameaça.

Segundo previsões do comando norte-americano de Defesa Aeroespacial, a nave deve cair no oceano Pacífico, perto da costa norte-americana, cerca das 13:30. No entanto, nem todos acreditam nestes cálculos.

“Até 24 horas antes, o local da queda do cargueiro fora de controlo só pode ser determinado com uma grande margem de erro”, informou fonte do setor aeroespacial à agência de notícias RIA-Nóvosti.

A mesma fonte explicou também que todos os “fragmentos que podem representar uma ameaça não vão chegar à Terra, porque se vão desintegrar nas densas camadas da atmosfera”.

O foguetão Soyuz que levava a nave Progress M-27M com mantimentos para a Estação Espacial Internacional foi lançado na terça-feira da semana passada, mas as comunicações foram perdidas pouco depois

A nave, com sete metros de comprimento e 2,5 toneladas de alimentos, água, combustível e outros suplementos, começou então a cair em direção à Terra a mais de 25 mil quilómetros por hora.