A corrida às urnas no Reino Unido está a ser seguida com atenção nas redes sociais. E no meio da seriedade do assunto – o que está em causa neste referendo é, não só o futuro do país, como o futuro da própria União Europeia - há uma espécie de fait diver a animar as redes sociais, com uma hashtag que já se tornou viral: #dogsonpollstations (cães nas assembleias de voto).

Num dia decisivo para os britânicos, as estrelas deste referendo são os cães que acompanham os eleitores. Pelo menos nas redes sociais, onde as fotografias destes animais estão a divertir os utilizadores.

E, tal como os donos, estes companheiros de quatro patas não se inibem de mostrar o lado que apoiam, se o "remain" (ficar) ou o "leave" (partir), usando pequenos crachás na trela e até bandeiras da União Europeia.

 

 

As imagens são acompanhadas de frases cheias de humor. Sarah Moore, por exemplo, escreveu no Twitter que ela já tinha votado, mas que os seus cães ainda estavam indecisos.

 

O referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia realiza-se nesta quinta-feira, num momento decisivo não só para o futuro do país como o futuro do projeto europeu

Londres e a região do sudeste de Inglaterra acordaram muito cinzentas, depois de chuvas fortes e trovoadas que provocaram inundações e dificuldades na circulação dos transportes.

As urnas abriram às 07:00 e fecham às 22:00, mas ao contrário do que acontece na maioria das eleições, as televisões não irão fazer sondagens à boca das urnas. Algumas, como a Sky News, vão apresentar resultados de inquéritos que, no entanto, não podem ser tratados como projeções.