Os menores de 13 anos vão ter Messenger do Facebook, apesar de não poderem navegar abertamente na rede social.

A empresa de Mark Zuckerberg apresentou, na segunda-feira, o Facebook Messenger Kids, uma app que permite às crianças trocar mensagens com outros utilizadores, numa tentativa de fidelizar clientes cada vez mais cedo e fazer frente a plataformas concorrentes.

A boa notícia para os pais é que a aplicação permite-lhes ter controlo absoluto sobre o que os filhos veem e com quem conversam, seja por mensagem escrita ou videoconferência. Além disso, só os pais podem criar a conta e aprovar os contactos.

Os menores de 13 vão poder, ainda, enviar fotos e vídeos.

Através da novidade do controlo parental, o Facebook pretende superar a concorrência e conquistar os pais, para que se sintam mais seguros em permitir que os seus filhos em idade escolar, no caso entre os seis e os 12 anos, utilizem as redes sociais.

Não havia no mercado uma app de mensagens para crianças com controlo parental. Vamos poder ver como as crianças a utilizam e fazer atualizações futuras sempre que necessário”, disse a porta-voz do Facebook Lauren Svensson.

Para já a aplicação está apenas disponível para os Estados Unidos e para o sistema operativo iOS (Apple).