Depois do Natal, os quilos a mais são preocupação para muitos e, com o aproximar do fim do ano, já há quem se prepare para iniciar a dieta em 2016. Para ajudar, alguns estudos mais recentes prometem acabar com o excesso de peso sem restrições alimentares, nem ginásios ou sacrifícios.

Alguns truques, apesar de parecerem bizarros, podem revelar-se úteis para eliminar os excessos. E não só os excessos, mas também as privações. Isto porque uma das maiores dicas para perder peso é...  apanhar sol. Algo difícil nesta altura do ano, mas que, de acordo com um estudo da Universidade do Tennessee, da autoria de Michael Zemel, pode ser a chave para evitar que a gordura se acumule no organismo.

Segundo o The Telegraph, o cientista concluiu que níveis baixos de Vitamina D surgem frequentemente acompanhados de altos níveis da hormona calcitol, responsável pelo armazenamento de tecido adiposo.

Outro truque meteorológico são as baixas temperaturas. Uma investigação publicada no jornal Diabetes sugere que para perder peso é melhor evitar os aquecimentos nos meses mais frios. Isto porque o nosso organismo torna o sistema de armazenamento de gordura castanha, que é responsável pela transformação de energia em calor, mais eficiente.

Segundo este estudo, as pessoas que dormiam em quartos onde a temperatura rondava os 18 e os 19 graus ou menos tinham duas vezes mais probabilidade de perder peso.

E, já que tenciona mudar a temperatura do quarto, pode também mudar os hábitos antes de se deitar. Os cientistas citados pelo Pediatric Obesity Journal concluíram que usar tablets, smartphones ou computadores antes de ir para a cama pode aumentar o risco de obesidade.

Estes dispositivos estão associados a um crescimento da obesidade infantil e à perda de sono, que influencia, em muito, o peso. Não descansar o suficiente propicia uma maior retenção de gordura e, de acordo com a investigação, os jovens que têm acesso a um aparelho eletrónico antes de se deitarem têm maior probabilidade de terem excesso de peso no futuro. Se tiverem três dispositivos deste tipo no quarto, essa probabilidade aumenta para quase o dobro.

E se as mudanças no quarto não forem suficientes, pode sempre tentar outras divisões. A mais importante, claro, é a cozinha. Sabia que colocar um espelho nesta divisão ou na sala de jantar pode ajudar a reduzir o seu peso?.

Uma pesquisa de um grupo de psicólogos, publicada no  Journal of the Association for Consumer Research, defende que monitorizar, literalmente, o que se come pode ser essencial para regular o que se ingere.

Mas olhar para a sua imagem é apenas uma das dicas para emagrecer que podem ser aplicadas durante as refeições. Ouvir música ambiente, com um ritmo lento, enquanto come pode ajudar também a desacelerar a mastigação e a torná-la numa experiência relaxante, uma vez que o ritmo pode ajustar os hábitos alimentares e ajudar a comer menos.