Está a decorrer em Lisboa o maior evento tecnológico do mundo, a Web Summit, e até sábado a circulação automóvel estará condicionada ou mesmo cortada em algumas zonas do Parque das Nações, que será também alvo de medidas adicionais de segurança.

De acordo com o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, devido à “dimensão do evento”, com 60 mil visitantes previstos, vão estar no terreno várias unidades policiais, desde o Trânsito à Prevenção Criminal, Intervenção Rápida, Unidade Especial de Polícia, além da Polícia Municipal de Lisboa.

Em comunicado, a PSP sublinha que “apesar de não ter existido um aumento do nível do grau ameaça para a edição deste ano, relativamente à de 2016, serão implementadas medidas de segurança adicionais, com a delimitação de perímetros e no controle de visitantes nas entradas por forma a garantir a segurança de todos os participantes”. Essas medidas de reforço preveem a utilização e o recurso a detetores de metais e aparelhos de Raio-X.

Os visitantes que transportem malas de viagem ou de porte considerável terão de as deixar num “bengaleiro situado no lado norte da FIL”.

Quanto ao trânsito, vão estar condicionadas à circulação automóvel a Alameda dos Oceanos, Avenida do Índico, Avenida da Boa Esperança e Rua do Bojador. E não será possível circular na Avenida do Atlântico (zona lateral da FIL).

Devido a “eventos periféricos”, designadamente nas zonas do Bairro Alto, Cais do Sodré e zona circundante do Lx Factory, haverá reforço de segurança através de patrulhamento fardado e à civil.