Cirurgiões israelitas encontraram uma solução para travar a queda natural dos seios das mulheres. Sustentados quase na totalidade apenas por pele, com o passar dos anos, sofrem o peso da gravidade. Principalmente, se são de alguma dimensão ou foram sujeitos a implantes.

Depois de, recentemente, a ISRAEL21 ter anunciado a criação dos implantes B-Lite que, alegadamente, reduzem o peso dos implnates em cerca de 30 por cento, a Orbix Medical veio agora anunciar a criação de um sutiã interno. Ou seja, colocado dentro do corpo.

A empresa israelita e o chefe de cirurgia plástica no Centro Médico Sourasky, em Telavive, Eyal Gur foram os responsáveis pelo desenvolvimento deste novo procedimento.

«O Dr. Gur concebeu o sutiã como uma espécie de rede dentro do peito. Segura o músculo e tem dois ganchos que se agarram firmemente às costelas, garantindo que o peito está sempre apoiado», explicou o diretor da Orbix Medical, Yossi Mazel, ao jornal espanhol «ABC».

A ideia surgiu, há cerca de dez anos, quando Gur sentiu que havia uma necessidade de melhorar os resultados das cirurgias plásticas. «As mulheres ficavam felizes uma semana depois de fazer a cirurgia para aumentarem o tamanho do seios, mas um mês depois perguntavam porque é que estes voltavam a perder firmeza», conta.

Depois de ter ultrapassado todas as fases de teste, o produto já ganhou a marca CE e deverá começar a ser comercializado, dentro de um ano, em território Europeu. Após a cirurgia, o mecanismo irá apenas necessitar de uma reavaliação a cada dez anos.