Um dos grupos ligados aos Anonymous, o Sudoh4k3rs, divulgou no seu Facebook uma fotografia de família do magistrado que coordena o Gabinete do Cibercrime na Procuradoria-Geral da República (PGR).

«Gostaríamos de dar os parabéns ao Exmo. Sr. Pedro Verdelho pelo cargo de assumir a direcção do inquérito relativamente à ciber segurança, assim como mandar um grande bem haja para a sua doce família», escreveram na legenda da foto, publicada no passado domingo.

Na fotografia pode ver-se o procurador com a mulher e os quatro filhos menores e a imagem já recebeu vários comentários. Enquanto algumas pessoas elogiam a atitude, outras condenam o ato e afirmam que o mesmo não contribui para os objetivos dos Anonymous e que lhes pode dar má imagem.

O grupo atacou, a 25 de abril, o site da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL) e revelou os contatos de dois mil procuradores. A página já está activa, desde terça-feira, depois de ter ficado preventivamente inacessível para verificação dos danos e protecção de informação nos servidores. Para além dos contatos revelados, os hackers conseguiram ainda aceder às palavras-chave de dezenas de magistrados para aceder ao Sistema de Informação do Ministério Público (SIMP) e o site continua inativo.