O docente e investigador da Faculdade de Ciência e Tecnologia (FCT) da Universidade Nova de Lisboa, Pedro Barquinha, vai receber uma bolsa de 1,5 milhões de euros do Conselho Europeu de Investigação (ERC), foi hoje anunciado.

Em comunicado, a FCT da Universidade Nova de Lisboa adianta que a bolsa de 1,5 milhões de euros é para um período de cinco anos.

Segundo a Universidade Nova de Lisboa, o projeto contemplado pelo financiamento pretende “criar superfícies flexíveis e transparentes verdadeiramente inteligentes, com capacidade de processamento de informação e auto-alimentadas”, usando para ser feito “nanocircuitos baseados em nanofios de óxidos multicompostos, partindo de materiais sustentáveis e recicláveis, com processamento a baixa temperatura e compatível com produção em larga escala.

O projeto de Pedro Barquinha, denominado “Trend”, abrange variadas áreas da ciência e da engenharia, desde os materiais, passando pela química, física até à eletrónica, e o seu desenvolvimento potenciará fascinantes produtos em áreas como a eletrónica de consumo ou mesmo “wearables” para aplicações médicas.

A bolsa do Centro Europeu de Investigação destina-se a encorajar os mais promissores jovens investigadores a nível europeu na construção da sua carreira e independência científica.

Esta é a sexta bolsa do ERC atribuída a um docente da Faculdade de Ciência e Tecnologia (FCT) da Universidade Nova de Lisboa, recorda a Lusa.

Formado em Engenharia de Materiais, Pedro Barquinha é atualmente investigador e professor auxiliar do departamento de ciência dos materiais e investigador.