O sol provocou uma explosão solar classe X - o tipo mais poderoso - esta quarta-feira, às 18h45 e teve a terra na mira. A mancha solar virada para a Terra disparou um intenso brilho que foi capturado na câmara de observação do sol «Solar Dynamics Observatory» da Nasa.

A explosão solar foi classificada como uma tempestade X1.6, mas não representa perigo para ninguém na Terra ou para os astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional. No entanto, a vida de algumas pessoas pode ser afetada pela tempestade solar.

«Impactos na alta frequência das comunicações de rádio no lado com luz do dia da Terra são esperadas e podem durar mais de uma hora», revelaram os investigadores do Centro de Previsão do Clima Espacial do Serviço Nacional de Meteorologia.

A explosão X1.6 desta quarta-feira é classificada como intensa, mas está longe de ser a mais forte deste ano. Em fevereiro, o sol sofreu uma explosão de X4.9.