"Nós nem acreditávamos no que estávamos a ver. Achámos que era falso", contou à NBC o vice-presidente da empresa, Victor Gichun.