Uma mulher norte-americana deitou ao lixo um dos primeiros computadores da Apple. A empresa de reciclagem de materiais eletrónicos que o recebeu procura agora a mulher, já idosa, para lhe doar metade do valor que o equipamento rendeu em leilão.

O computador, um dos 200 criados na garagem pelos fundadores da Apple, nos anos 70, foi entregue a um centro de reciclagem em Silicon Valley.  A «mulher mistério» entregou vários equipamentos em caixas, incluindo o raro Apple-1. 

"Nós nem acreditávamos no que estávamos a ver. Achámos que era falso", contou à NBC o vice-presidente da empresa, Victor Gichun.


Victor Gichun revelou que a idosa estava a desfazer-se do “lixo” que tinha na garagem, uma vez que prometeu ao marido, recentemente falecido, que o faria. "Ela disse ‘Eu quero-me livrar destas coisas e limpar a minha garagem’”, disse, acrescentando ainda que a questionou se queria recibo e que a resposta foi: “Não, não preciso.”

Depois de descobrir o equipamento, a empresa leiloou-o e arrecadou cerca de 180 mil euros. No ano passado, modelos semelhantes foram vendidos por quase 700 mil euros.  

O vice-presidente contou que quer ajudar a senhora nesta fase difícil. “Estamos à procura dela para lhe dar 100 mil dólares.” 

Algo que até pode parecer fácil, não fosse o caso do centro não ter qualquer informação pessoal sobre “mulher mistério”.