O Facebook vai lançar um satélite para alargar o acesso à Internet em África, em parceria com a empresa francesa Eutelstat, já em 2016. O objetivo é chegar até às mais remotas regiões do continente.

O fundador da rede social, Mark Zuckerberg, anunciou o projeto na página oficial do Facebook, esclarecendo que a colocação de um satélite em órbita faz parte de uma iniciativa da Internet.org, que pretende ampliar o acesso à web via telefone.

“Nós vamos continuar a trabalhar para ligar o mundo inteiro – mesmo se isso significar olhar para lá do nosso planeta”, pode ler-se na publicação do Facebook.


O fundador explicou ainda que “desde o ano passado, o Facebook testa formas de usar naves e satélites para permitir o acesso à Internet nas comunidades a partir do céu."

“Para conectar pessoas que vivem em áreas remotas as infraestruturas tradicionais são muitas vezes difíceis e ineficientes, por isso precisamos de inventar novas tecnologias”.


De acordo com a BBC, o projeto está a gerar uma onda de críticas à rede social. Especialmente na Índia, muitas pessoas alegam que a iniciativa vai dar ao Facebook uma vantagem injusta face aos restantes concorrentes no mercado.