Já ouviu falar em «Neknominate»? É a nova «moda» na Internet e já foi responsável pela morte de dois jovens irlandeses. Chamam-lhe «um jogo» e consiste em beber álcool, de preferência grandes quantidades, enquanto se realiza alguma tarefa ou proeza física. No final, desafia-se outros a bater o «feito» dizendo os seus nomes. Tudo é filmado e divulgado nas redes sociais.

O fenómeno nasceu na Austrália mas, em pouco tempo, espalhou-se por outros países. Nova Zelândia, África do Sul e, finalmente, a Europa. O jogo chegou através da Irlanda, país onde já morreram dois jovens devido ao «jogo».

Dia 1 de Fevereiro, sábado, Jonny Bryne, de 19 anos, foi desafiado por um amigo para uma Neknominate. Depois de beber cerveja, saltou para o rio que passa ao lado da cidade onde vivia, Leighlinbridge. O seu corpo só foi encontrado domingo, muitas horas depois do jogo mortal. As autoridades suspeitam que a proeza foi gravada por telemóveis, mas até ao momento ninguém confessou ter as imagens.

A família de Jonny Bryne, em especial o seu irmão, já iniciou uma campanha na Irlanda a apelar aos jovens que não adiram ao Neknominate. Espera que o que aconteceu ao seu irmão possa, pelo menos, salvar outros jovens de destinos trágicos.

Mas também no mesmo dia que Bryne saltou para a morte, Ross Cummins, um DJ de 22 anos, foi encontrado inconsciente em casa, depois de beber uma elevada quantidade de álcool, após um desafio. Ainda foi levado para o hospital, mas acabou por morrer.

As autoridades e os políticos irlandeses apontam o dedo às redes sociais, em especial ao Facebook, por promover este «jogo». Mas a rede defende-se e alega que os vídeos publicados, em diversas páginas alusivas ao fenómeno, não violam as regras, já que não usam «violência», nem são «casos de bullying».

O tipo de proezas divulgadas nos vídeos de Neknominate parecem não ter fim. Por exemplo, uma jovem britânica, Rachel Carey, recebeu ameaças de morte depois de publicar um vídeo onde coloca um peixinho dentro da sua bebida e engole o animal durante uma Neknominate. O desafio aconteceu durante uma viagem à Austrália. As imagens foram entretanto apagadas.

Há também o caso de uma jovem que entrou, montada a cavalo, num supermercado Tesco, no Reino Unido, ingeriu uma lata de bebida, desafiou as amigas e saiu. A jovem garantiu a um jornal britânico que bebeu uma Pepsi, porque não bebe álcool.



Há também o caso de um norte-americano que ingere, em poucos minutos, uma garrafa de Vodka.



Mas no Youtube existem diversas compilações de proezas espalhadas pelo mundo.