Daqui a 30 anos talvez seja necessário colocar implantes nos cérebros para dar «energia adicional ao pensamento», avisam alguns futurologistas. Segundo escreve o jornal «The Telegraph», os humanos que aceitarem colocar implantes vão ganhar melhores salários e serão capazes de trabalhar mais de 50 horas por semana. Os implantes aumentam em um terço a capacidade de trabalho.

A teoria, defendida por um grupo de futurologistas, tem por base um relatório desenvolvido pela xpatjobs.com, um site internacional dedicado à procura de emprego.

Mas o implante não significa apenas «mais energia», «mais capacidade de pensamento», «maior capacidade de trabalho» e «maior salário». O mesmo relatório alerta que devido aos implantes, os trabalhadores poderão ficar com «menor capacidade de visão», «tornar mais pequenos os órgãos sexuais» e «juntar as sobrancelhas».