Tem Whatsapp? Se usa regularmente a Internet e tem um smartphone há grandes hipóteses de responder que sim. A aplicação acaba de passar a barreira dos mil milhões de utilizadores. Para se ter uma noção da dimensão do feito, o blog da aplicação dá uma ajuda.

"Isto é quase uma em cada sete pessoas na Terra a usar WhatsApp a cada mês para ficar em contacto com os seus entes queridos, os seus amigos e a sua família. Existem poucos serviços que conectam mais de mil milhões de pessoas"


O Facebook é o dono do Whatsapp desde 2014. Pagou a módica quantia de 12 mil milhões de euros e tem razões para estar contente com o negócio. Mark Zuckerberg já se congratulou na rede social, claro, pelo feito alcançado praticamente dois anos depois. 






Depois de comprar o WhatsApp, o Facebook tornou o serviço completamente gratuito. E não quer ficar por aí. Na publicação em que comemora a conquista dos mil milhões de utilizadores, Zuckerberg também dá conta do próximo passo: a aplicação passar a ser usada por empresas. A ideia é levar o WhatsApp a ser uma espécie de intercâmbio entre negócios e consumidores. E, claro, com isso criar oportunidades de lucro para o Facebook.

O futuro - que não deverá estar assim tão longe - passará pela partilha de informações entre os dois serviços. Um jovem programador espanhol, especialista em Android, descobriu o que poderá ser a próxima versão do WhatsApp para este sistema operacional. Javier Santos, de 20 anos, publicou fotos que mostram que a aplicação de mensagens deverá precisamente partilhar os dados com o Facebook.