A Universidade do Porto (UP) será a primeira instituição de ensino superior portuguesa a ter uma exposição, realizada pelos alunos do mestrado em História da Arte Portuguesa, na plataforma Google Cultural Institute, anunciou esta quarta-feira esta academia.

A exposição fotográfica intitulada "Porto Património Mundial" é inaugurada no edifício da reitoria, na próxima terça-feira, e apresenta "um outro olhar" sobre o Centro Histórico do Porto - classificado pela UNESCO, em 1996, como Património Mundial.

Esta mostra, disponível em português e inglês, é composta por 59 fotografias e resulta da pesquisa em bibliotecas e trabalho de campo elaborado pelos alunos do referido mestrado da Faculdade de Letras da UP, confrontando o presente com o passado de uma "cidade grande feita de casas pequenas", lê-se num comunicado desta universidade.

"A capacidade de criar produtos culturais em contexto pedagógico, especialmente visível nos comentários críticos incluídos nos detalhes de cada uma das imagens, foi a motivação central deste projeto", explica a professora da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e coordenadora do projeto, Maria Leonor Botelho.


Para a Google, "é um enorme privilégio trabalhar com a Universidade do Porto, uma das mais antigas e prestigiadas de Portugal, num projeto comum que visa partilhar conhecimento e democratizar o acesso à cultura", segundo a diretora do Google Cultural Institute, Luizella Mazza, citada no documento.

"É motivo de grande satisfação vermos mais e mais instituições portuguesas a quererem participar em projetos com o Google Cultural Institute e a promover ‘online' as riquezas culturais portuguesas em Portugal e no mundo", destaca ainda a dirigente desta plataforma cultural, criada em 2011.


O Google Cultural Institute tem vindo a estabelecer parcerias com instituições de diferentes países, tendo em vista "preservar e divulgar a herança cultural da humanidade", lê-se ainda na nota informativa.

Na inauguração da exposição, que decorrerá pelas 16:30, estarão presentes o reitor da UP, Sebastião Feyo de Azevedo, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, o Diretor de Políticas Públicas e Representante da Google em Portugal e Espanha, Antonio Vargas, e a diretora do Google Cultural Institute, Luisella Mazza.