As raras imagens do pequeno animal de apenas nove centímetros, foram captadas pelos cientistas do Instituto de Pesquisa do Aquário da Baía de Monterey, nos Estados Unidos, que ofereceram uma nova visão sobre a vida destes peixes.

 

Bruce Robinson, cientista do instituto, acredita que a imagens são as primeira alguma vez captadas. O peixe foi filmado a 600 metros de profundidade.

 

«Eles são predadores de emboscada», afirmou fazendo referência aos seus dentes afiados, grande mandíbula e «lanterna» para atrair presas.

Grande parte dos animais desta espécie estudados foram retirados do oceano, de modo aos cientistas estudarem a sua biologia e necessidades, para poderem contribuir para a sua conservação.