publicado no jornal Sleep




“Detetámos uma quebra nas ondas cerebrais, ligadas ao sono profundo, grande e repentina, que estava associada uma enorme queda no bom humor. Foi significativamente diferente do outro grupo.”



“Parece que perder o sono profundo impede de restabelecer ou estabilizar emoções positivas, como resposta a situações de stress. Por isso, devemos prestar atenção não só à quantidade de sono, mas também à qualidade. Não é novidade que a qualidade de sono afeta o humor, mas os níveis que conseguimos medir neste estudo, mostram uma nova perspetiva sobre essa relação.”