As autoridades de saúde norte-americanas consideraram hoje que o uso por adolescentes de tabaco eletrónico atingiu níveis "epidémicos" e advertiram a indústria de que os cigarros com sabores podem ser banidos do mercado.

O aviso da FDA (Food and Drug Administration), citado pela Associated Press, marca uma nova etapa no relacionamento daquela agência norte-americana com os fabricantes de tabaco consumidos pela juventude.

Desde 2017, os responsáveis da FDA têm vindo a discutir o consumo de cigarros eletrónicos pela população norte-americana.

O comissário da FDA Scott Gottlieb afirmou que a agência não previu a "epidemia de dependência" aos cigarros eletrónicos por parte dos jovens, sobretudo àqueles que apresentam sabores.

Gottlieb sublinhou que cinco dos maiores fabricantes de cigarros eletrónicos têm agora um prazo de 60 dias para reverter o consumo daquele tipo de produtos por adolescentes.