Chromebit é o novo dispositivo da Google, com sistema operacional Chrome, que permite transformar qualquer monitor num computador, por apenas 93 euros e estará disponível ainda este verão. O aparelho foi apresentado na terça-feira, numa conferência em São Francisco, nos Estados Unidos, juntamente com a nova linha de Chromebooks de baixo custo.

O dispositivo, fabricado pela Asus, tem 2Gb de RAM e 16 Gb de armazenamento, processador Rockchip 3288 e ainda uma porta HDMI que permite a ligação a um monitor externo e uma porta USB 2.0 que possibilita a conexão a outros dispositivos como um teclado ou um rato. No entanto, o dispositivo permite que estes periféricos sejam também conectados via Bluetooth.

Caesar Sengupta, vice-presidente da gerência de produtos do Google, garantiu que a empresa está otimista quanto ao novo produto que irá ajudar por exemplo os locais públicos equipados com computadores desatualizados a conectarem-se à internet.

A empresa apresentou ainda o Chromebook Flip, que se assemelha a um tablet e pode ser utilizado como touchscreen ou como os tradicionais computadores, com teclado. O produto foi projetado como um dispositivo de «premium» e apesar do preço razoável de 230 euros, vem equipado com 4 Gb de RAM, 16 Gb de armazenamento interno e uma bateria que pode durar até 10 horas.

No evento da empresa, a multinacional apresentou ainda Chromebooks de baixo custo fabricados por novas empresas, a Hisense com Hisense Chromebook e a Haier com Haier 11 Chromebook, que já se encontram disponíveis para venda a 137 euros cada. Ambos os modelos possuem uma bateria que pode durar de oito a dez horas.

Até ao final do ano a empresa pretende apresentar 10 novos Chromebooks e ter como principais compradores os estudantes e mercados emergentes como a Índia, o México e a Tailândia.