Uma pata de dinossauro com quase um metro de comprimento cujas ossadas foram descobertas há 20 anos nos Estados Unidos é a maior até agora encontrada, revela um estudo hoje divulgado.

Os fragmentos dos ossos foram descobertos durante uma escavação numa região montanhosa do noroeste dos Estados Unidos conhecida como Black Hills.

A descoberta, em 1998, foi feita por uma equipa de peritos da universidade norte-americana do Kansas, que concluiu agora, depois de uma análise com o auxílio de equipamentos de 3D, que a pata "Bigfoot" (Pé Grande) é a maior de um dinossauro encontrada até à data.

Os especialistas pensam, pelas dimensões do membro inferior, que o dinossauro em causa se assemelha a um braquiossauro, espécie que tinha um pescoço muito comprido e media entre 18 e 20 metros de altura e cerca de 25 metros de comprimento.

Segundo os autores da descoberta, os braquiossauros viveram há 150 milhões de anos numa grande área dos Estados Unidos, entre o leste do Estado de Utah e o noroeste do Estado de Wyoming (este último faz parte da região onde foram encontradas as ossadas).