A rede social Facebook está a tentar uma aproximação a outras redes do género ao permitir, a partir de agora, que os adolescentes dos 13 aos 17 anos partilhem informações com público desconhecido, avançou a CNN esta quinta-feira.

Partilhar fotografias, atualizações de estado ou comentários era, até agora, proibido para esta faixa etária, sendo estas ações visualizadas apenas pelos «amigos» dos jovens.

Esta atualização permite que estranhos possam seguir as atualizações dos adolescentes mesmo quando não fazem parte da sua rede de «amigos». Isto estende-se a utilizadores comuns, mas também a empresas e a agências de publicidade.

Empresas e publicidade são, aliás, o alvo que a empresa de Zuckerberg pretende atrair com esta nova alteração, que vem de outras redes sociais, como o Twitter ou o Tumblr. Aqui há, um público jovem maior já que não encontram este género de proibições.



Para contrabalançar as alterações, a rede social vai instaurar duas novas práticas. Uma será a emissão de um aviso cada vez que algum menor tente alterar as suas definições para «público», uma janela pop-up que explica o que significa ter um perfil deste género, e outra, a restrição automática dos perfis de utilizadores novos que sejam menores de idade (que pode ser depois alterado).



As alterações não irão, no entanto, afetar «posts» anteriores à data das atualizações.