A Agência Espacial Norte-americana (NASA) revelou, esta quinta-feira, as primeiras fotografias a cores da neblina que envolve Plutão, revelando que há um céu azul no planeta-anão.

As imagens captadas pela sonda “New Horizonts” revelaram, ainda, que no longínquo planeta há várias regiões com água gelada à superfície.

Segundo o The Independent, a descoberta de um céu azul em Plutão foi uma surpresa para o investigador Alan Stern, à frente do projeto “New Horizonts”.
 

“Quem poderia imaginar que existe um céu azul na cintura de Kuiper? É lindo”.


O azul brilhante permite aos cientistas saber a composição da neblina que envolve o planeta. Diferente do que acontece na Terra, onde a cor é o resultado da filtragem da luz solar por minúsculas partículas de hidrogénio, no caso de Plutão o efeito é causado por outras moléculas maiores chamadas tholins.

A confirmação da existência de água gelada à superfície está relacionada com a anterior descoberta de manchas vermelhas no planeta. Os cientistas ainda não sabem o porquê deste efeito, nem a razão para a existência de água gelada em certas regiões e não em outras, onde existem outras formas de gelo.
 

Foto: NASA/JHUAPL/SwRI 


“Fiquei surpreendida que a água gelada seja tão vermelha. Ainda não percebemos a relação entre esse gelo e [as manchas] vermelhas na superfície de Plutão”, disse Silvia Protopapa, cientista da Universidade de Maryland.

A revelação chega pouco mais de uma semana depois da NASA ter descoberto água em estado líquido em Marte