"O mais importante da descoberta de Nataruk não é a data, pois acredito que a violência intergrupal pode ser até mais antiga. Mas sim o fato de o conflito ter ocorrido entre dois grupos de caçadores coletores", afirma Marta Mirazón Lahr.