A Lua vai surgir no próximo dia 31 como não acontece desde 1982, uma segunda Super Lua do mês de janeiro que será obscurecida por um eclipse total, visível apenas na Austrália e na Ásia.

Segundo a agência espacial dos Estados Unidos NASA, será o primeiro eclipse lunar total do ano, uma circunstância que se repetirá no dia 27 de julho, mas esta ocasião é única porque será a segunda Super Lua do mês de janeiro.

Durante uma Super Lua, o astro aparece com um diâmetro até 14% maior e 30% mais brilhante.

A variação aparente do tamanho está associada à órbita elíptica da Lua, que faz com que em algumas alturas esteja mais perto da Terra, no chamado perigeu, por oposição ao apogeu, que é quando está mais afastada.