A agência espacial norte-americana (NASA) lançou esta segunda-feira uma nave não tripulada para estudar a atmosfera do planeta Marte, procurando perceber porque deixou de ter água e calor.

O foguetão Atlas V401, que levou a MAVEN (sigla inglesa para Evolução Volátil e Atmosférica de Marte), descolou às 18:28 (hora em Lisboa) e a chegada da nave a Marte está prevista para setembro de 2014.

A nave, que vale cerca de 500 milhões de euros, deverá começar a funcionar em novembro do próximo ano, alimentada com energia solar, debruçando-se pela primeira vez na história das missões a Marte na atmosfera do planeta.

A MAVEN estará na órbita marciana a seis mil quilómetros de altitude, mas descerá a 125 quilómetros em cinco ocasiões diferentes, para obter leituras dos vários níveis da atmosfera.

Os investigadores da NASA apontaram a missão como uma tentativa de descobrir o que aconteceu à atmosfera de Marte, talvez há milhares de milhões de anos, que transformou um planeta que albergava água num deserto sem vida.