A notícia só agora veio a público, mas a descoberta da fábrica de contrafação foi feita em Maio. A polícia chinesa deteve nove pessoas em consequência da descoberta de uma fábrica, nos arredores de Pequim, que construía telefones em tudo idênticos aos smartphones da Apple.

As autoridades estavam desde janeiro no encalce dos suspeitos de contrafação. À frente da fábrica estava um casal, de acordo com a BBC.

O Ministério Público chinês foi alertado para a situação pelas autoridades norte-americanas, que encontraram diferenças de tamanho nos telefones falsos.

Esta não é a primeira vez que produtos contrafeitos são vendidos como Apple. Há quatro anos foi descoberta uma loja, na capital chinesa, que era em tudo idêntica às da marca norte-americana. As semelhanças eram tais que os próprios empregados pensavam estar a trabalhar numa loja Apple.