Chama-se «pplkpr» - «léase people keeper» (guardião social, numa tradução livre) - e é a nova aplicação compatível com sistema operativo iOS, que, usada numa pulseira, mede o ritmo cardíaco para registar o que sentimos cada vez que encontramos um amigo ou familiar. 

O que a nova aplicação propõe é deixar nas mãos de um algoritmo a avaliação e a escolha dos nossos amigos. Através da procura de padrões entre as relações, a mesma determina que pessoas têm um impacto positivo e as que têm um impacto negativo na nossa vida.

Para além dos dados que a pulseira regista conforme os picos de stress e de excitação, também ultiliza informação que se introduz manualmente ao responder a um questionário inicial. Redige mensagens de texto e agenda compromissos com as pessoas consideradas «boas» para o utilizador e apaga os contactos telefónicos daqueles que considera «tóxicos». Basicamente, decide com quem devemos passar mais tempo e com quem não devemos contactar.

A ideia não é, no entanto nova, já que é usada por sites de encontros amorosos que usam algoritmos para decidir quem nos atrai.

Os criadores, Lauren McCarthy e Kyle McDonald, desenvolveram o equipamento que foi testado em estudantes da Universidade «Carnegie Mellon, nos Estados Unidos.

«Muitas das decisões que a aplicação toma são coisas que nos custariam a decidir. Termos algo externo que o faça por nós ou nos ajude a decidir pode ser um alívio», explica McDonald à BBC.