Um homem foi preso, no Reino Unido, depois de ameaçar, através do Twitter, matar e violar uma ativista feminista. A escritora Caroline Criado-Perez começou a receber ameaças depois de ganhar uma campanha para incluir uma mulher impressa em notas bancárias, avança o «The Telegraph».

A detenção foi confirmada por um porta-voz da Scotland Yard: «Um homem de 21 anos foi preso hoje , na zona de Manchester, por suspeitas de crimes de assédio».

Caroline Criado-Perez também já falou do assunto no Twitter: «Acabei de ouvir a confirmação da polícia de que a detenção foi feita».

Citada pelo «The Telegraph», Caroline Criado-Perez diz que muitas das ameaças eram manifestamente violentas e acusa a polícia e o próprio Twitter de nada terem feito quando os alertou para o assunto numa fase inicial. Só mais tarde, depois de uma queixa formal, é que a polícia resolveu atuar, conta a escritora.