O primeiro a conseguir completar a Pokedex foi um americano, residente em Brooklyn, que apanhou todos os 142 Pokémons existentes nos Estados Unidos, sagrando-se o primeiro mestre de Pokémon Go.

Apesar de ter preenchido a sua Pokedex, isso não significa que o jogo tenha acabado para Nick Johnson: o jogo de realidade aumentada apresenta ainda outros desafios como a criação de ginásios e treinos para estes Pokémons.

Além disso, há Pokémons especiais que não foram lançados ou que só se encontram em zonas que o novo mestre não frequentou. Entre eles estão Ditto, Articuno, Zapdos, Moltres, Mewtwo e Mew, bem como Farfetch'd, Kangaskhan e Mr. Mime que só podem ser apanhados na Europa.

Segundo o jornal The Independent, Johnson brincou sobre o facto de marcar voos para os locais onde poderia apanhar os Pokémons em falta quando, na verdade, considera que essa é como se fosse uma área bloqueada.

O tempo que o novo mestre passou à procura de Pokémons permitiu-lhe melhorar as suas capacidades de jogo e a ser capaz de sugerir alguns truques. Uma das indicações que deu, segundo o jornal britânico, foi que o jogo deveria ser mais acessível para os jogadores que não residem em zonas de grande densidade urbana onde capturar Pokémons é relativamente fácil.

É uma pena que o jogo não funcione bem em zonas rurais, uma vez que seria muito divertido explorar as zonas fora da cidade com ele", escreveu no Reddit.

Entre outras sugestões, o jogador apontou que seria uma boa ideia fazer uma pequena caminhada, praticando exercício, enquanto se joga Pokémon Go. Indicou também que é essencial interagir com outras pessoas para perceber quais os melhores truques e dicas do jogo.