Dolores Aveiro sofreu como mãe no momento em que o filho, Cristiano Ronaldo, teve de abandonar o campo, onde se jogava a final do Euro 2016, lesionado.

Numa mensagem emocionada, a mãe do capitão da Seleção Nacional criticou a entrada de Payet que o árbitro não assinalou e lembrou que o futebol é "chutar a bola".

Após a entrada dura, o futebolista teve de ser substituído, por Ricardo Quaresma, saindo do relvado em lágrimas, de maca. 

No entanto, apesar de estar a sofrer pelo filho, Dolores Aveiro continuou a acreditar que a Seleção Nacional podia vencer e levantar a taça de campeã da Europa no final do jogo frente à França.

No final, a mãe do avançado deu conta da sua alegria pela vitória de Portugal.

Nós ganhámos. Por Portugal. Pelos portugueses. Pela Seleção Nacional", escreveu Dolores Aveiro, que rematou, escrevendo: "Obrigada, obrigada".

 

Portugal sagrou-se hoje campeão da Europa de futebol, ao bater na final a anfitriã França por 1-0, após prolongamento, num encontro disputado no Estádio de França, em Saint-Denis, na capital francesa.

Um golo do suplente Éder, aos 109 minutos, selou o triunfo da 'formação das quinas', que se tornou a segunda na história da competição a vencer a equipa da casa na final, 12 anos depois de ter perdido por 1-0, com a Grécia, a do Euro2004, no Estádio da Luz, em Lisboa.