Os ventos fortes voltaram a deixar centenas de passageiros em terra que queriam voar do e para o aeroporto Cristiano Ronaldo, na Madeira. Há espera de respostas das companhias, muitos dos clientes viram-se obrigados a pernoitar - sem condições - nas instalações para tentar conseguir vaga nos poucos voos que têm conseguido levantar voo.

A reportagem da TVI no local falou com vários passageiros que tentavam encontrar uma solução para chegar ao continente ainda esta terça-feira de manhã para não perderem os voos de ligação a partir de Lisboa.

Estou aborrecido. Estou aqui desde as 5 da manhã e não resolvem nada. Tenho voo de ligação (para a Venezuela) às 14:00, em Lisboa, e ninguém resolve nada. Já estamos aqui há mais de duas horas e nada", contou, visivelmente emocionado, um passageiro que se encontrava na fila de apoio ao cliente da TAP. 

Uma outra passageira, também com voo de ligação em Lisboa, revelou que já há companhias "a vender voos para Lisboa a 950 euros por passageiro".

O voo de hoje foi cancelado. Entretanto pediram-me para aguardar até às dez para mais informações. Entretanto, liguei para o call center da TAP, mas dizem que os voos estão todos esgotados e que, eventualmente, só a partir do dia 6 é que tenho novo voo. Estou na fila porque tenho voo de ligação amanhã e preciso de arranjar alguma alternativa. Já estive a consultar na internet e, por exemplo, a eDreams já está a vender voos para Lisboa a 950 euros por passageiro".

Um passageiro que aguarda voo para o Porto diz estar sem "esperança nenhuma" de conseguir um lugar ainda esta terça-feira. 

Disseram-me só que para o dia seis. [Os preços das viagens estão] A 500, 600 euros. É de outro mundo. O problema é que eles não usam outras linhas, não tentam encontrar uma alternativa. Só usam a TAP". 

Desde a meia noite e até às 10:30 desta terça-feira, segundo o site da ANA - Aeroportos de Portugal, aterraram, no Funchal, onze voos de nove companhias diferentes e descolaram cinco voos de cinco companhias. 

Segundo fonte da ANA-Aeroportos de Portugal à Lusa, foram cancelados três voos da TAP e outro teve de ser desviado para o Porto Santo devido ao vento forte.

Na segunda-feira, vários voos foram desviados do aeroporto da Madeira, para Porto Santo, Tenerife ou Faro, devido ao vento.

Segundo uma fonte aeroportuária, os ventos fortes "condicionaram bastante as operações", uma vez que os aviões não conseguiam aterrar na ilha da Madeira.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para hoje na Madeira céu geralmente pouco nublado, apresentando períodos de maior nebulosidade nas vertentes norte e na ilha de Porto Santo.

A previsão aponta ainda para vento moderado a forte predominando de nordeste, com rajadas até 65 quilómetros por hora no extremo leste da ilha da Madeira, soprando forte e com rajadas até 75 quilómetros por hora nas zonas montanhosas.