Várias toneladas de cartão e algum plástico foram completamente consumidas por um incêndio, em Boliqueime, no concelho de Loulé. Os resíduos estavam acumulados em fardos no exterior das instalações de uma empresa de tratamento deste tipo de materiais no Algarve.

Cerca das onze da noite deram o alerta. No exterior do armazém de uma empresa de resíduos sólidos junto à estação de comboios de Boliqueime as chamas consumiam várias toneladas de cartão e algum plástico. Parte dos materiais estavam acondicionados no interior de contentores que, devido à carga térmica acumulada, também ficaram destruídos, a outra estava empilhada em fardos na rua.

As causas do incêndio estão por apurar, mas no espaço de 10 anos, é o quarto fogo que ocorre aqui, o segundo de grandes dimensões. A empresa tem câmaras de video vigilância o acesso ao local não está vedado.

O aparato suscitou a curiosidade de alguns populares, no entanto, não houve perigo nem para pessoas nem para habitações.

As chamas foram dominadas ao final de uma hora e meia de trabalho intenso dos bombeiros e de quem mais pôde dar uma ajuda.

No combate ao fogo estiveram os bombeiros municipais de Loulé apoiados pelos voluntários de Albufeira, num total de seis viaturas e 21 operacionais. A GNR também mobilizou alguns elementos para este incêndio.