Há hospitais de Lisboa e Porto que estão a recusar primeiras consultas a doentes fora da área que abrangem.

O Centro Hospitalar de Lisboa Central deixou de receber doentes fora da sua área desde o dia 5 de fevereiro, de acordo com a edição desta terça-feira do Diário de Notícias.

A unidade engloba os hospitais de São José, Curry Cabral, Capuchos, Maternidade Alfredo da Costa e D. Estefânia.

Em causa está uma ordem dada pela própria administração que justifica a medida com restrições orçamentais e gestão de listas de espera.

Mas a indicação já foi contestada, com a equipa de cirurgia liderada por Eduardo Barroso a colocar o lugar à disposição.

Às unidades do Centro Hospitalar de Lisboa Central juntam-se agora outras. É o caso do hospital de Santa Maria, do Pulido Valente e do São João, no Porto, que também já avançaram com restrições às primeiras consultas.