Dois trabalhadores estiveram soterrados, esta quinta-feira, no concelho de Santo Tirso devido ao aluimento de terrenos numa obra, tendo sido entretanto resgatados com vida, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Proteção Civil do Porto (CDOS).

O alerta foi dado por volta das 13:45 horas e às 14:15 os trabalhadores já tinham sido resgatados, com vida.

De acordo com o INEM, em declarações ao tvi24.pt, o alerta foi dado por populares e os dois feridos, um de 47 anos e outro de 25, foram resgatados com vida e «com suspeita de trauma ao nível dos membros inferiores», tendo sido transportados para o Hospital de Famalicão.

No local estiveram duas ambulâncias dos Bombeiros Voluntários de Santo Tirso, uma ambulância do INEM e a VMER do Hospital de Famalicão.

Acidentados «estão livres de perigo»

Os dois trabalhadores estão «livres de perigo», disse à Lusa fonte do Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA).

Fonte hospitalar indicou à Lusa que as vítimas deram entrada na urgência da unidade do CHMA em Famalicão com «traumatismos nos membros inferiores», mas, às 16:30, já se encontravam «livres de perigo».

«Mantêm-se em vigilância podendo ter alta a curto prazo», indicou a fonte.

As vítimas estavam a trabalhar na instalação de uma plataforma num posto de transformação de uma superfície comercial, localizada na rua de Vilalva, Santo Tirso.

Fonte dos Bombeiros Tirsenses indicou que a obra se encontra «parada», estando uma equipa da Proteção Civil de Santo Tirso a «avaliar a situação».