Dez barras marítimas estão fechadas à navegação e duas estão condicionadas devido à forte agitação marítima, de acordo com informação disponível na página da Marinha Portuguesa na Internet.

A Marinha informa que as barras marítimas de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa do Varzim, Vila do Conde, Douro, Aveiro, Figueira da Foz, São Martinho do Porto e Alvor estão fechadas à navegação devido ao estado do mar.

De acordo com a Marinha, a barra marítima de Viana do Castelo está fechada a embarcações de comprimento inferior fora a fora a 30 metros e a de Leixões a embarcações de comprimento inferior a 35 metros.

As restantes barras marítimas de Portugal continental e dos arquipélagos da Madeira e dos Açores encontram-se abertas.

Por causa do estado do mar, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou sob aviso amarelo, o segundo menos grave de uma escala de quatro, até ao início da tarde desta quarta-feira, os distritos do Porto, Faro, Setúbal, Viana do Castelo, Lisboa, Leiria, Beja, Aveiro, Coimbra e Braga.

Para estes dez distritos esperam-se ondas de noroeste com quatro a cinco metros, podendo atingir os seis a oito metros.

O IPMA emitiu também para Setúbal, Lisboa, Leiria e Santarém um aviso amarelo devido à previsão de períodos de chuva por vezes forte.

Para as costas norte e sul da Madeira, regiões montanhosas e para o Porto Santo, o IPMA lançou um aviso laranja, o segundo mais grave, entre as 06:00 e as 21:00 de quarta-feira, devido a períodos de chuva ou aguaceiros fortes, podendo ser acompanhados de trovoada.