[notícia atualizada às 23:41]

A CGTP-In cancelou a marcha marcada para sábado na Ponte 25 de Abril, em Lisboa, e marcou em alternativa uma concentração em Alcântara, informou a central sindical, nesta terça-feira.

Apesar de a marcha ter sido cancelada, os autocarros que transportam pessoas das regiões sul e centro do país, segundo disse fonte sindical à Lusa, vão atravessar a Ponte 25 de Abril em direção a Alcântara e juntam-se aos manifestantes de Lisboa na jornada nacional de luta que a CGTP marcou para a capital e Porto.

O ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, justificou hoje a proibição da marcha na Ponte 25 de Abril com «critérios de segurança e de legalidade», avançando que estas questões «não foram contestadas».

Apesar da alteração, a CGTP espera milhares de pessoas na concentração, afirmando que os veículos que atravessarem a Ponte 25 de Abril farão um protesto sonoro em cima do tabuleiro.

«Está prevista a chegada de um número significativo de autocarros e de pessoas que não deixarão de se manifestar, de forma vibrante e entusiástica», disse Arménio Carlos, acrescentando que serão, simultaneamente, exibidas bandeiras.