Dois homens foram encontrados esta sexta-feira mortos num navio de bandeira turca que atracou no porto de Ponta Delgada, nos Açores, admitindo as autoridades que se tratem de dois passageiros clandestinos.

O capitão do porto de Ponta Delgada, Matos Nogueira, adiantou à Lusa que «os corpos dos dois homens foram encontrados esta manhã quando se ia proceder à descarga do navio, de bandeira turca».

Segundo Matos Nogueira, os corpos já estavam em «avançado estado de decomposição», indicando que os dois homens «não fazem parte da tripulação» do navio e aparentemente «estariam indocumentados».

As causas da morte ainda são desconhecidas, mas segundo o capitão do porto de Ponta Delgada, a delegada de saúde já está no local para confirmar o óbito e o Ministério Público irá posteriormente autorizar a remoção dos corpos.

Segundo a mesma fonte, o barco atracou hoje de manhã em Ponta Delgada, proveniente do Togo, e tinha feito a última escala no porto de Las Palmas, no arquipélago espanhol das Canárias. Desconhce-se a nacionalidade dos dois mortos encontrados a bordo.