Um incêndio com duas frentes ativas em Videmonte, distrito da Guarda, está a preocupar os bombeiros desde a noite de segunda-feira.

O combate às chamas mobiliza desde a madrugada 61 operacionais e 15 meios terrestres, de acordo com o portal da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), consultado pela TVI24 pelas 07:00 desta quarta-feira, feriado.

O fogo em zona de mato deflagrou na terça-feira, pouco antes das 20:00.

Este é o único incêndio em Portugal continental considerado significativo pela ANPC, ou seja, com duração superior a três horas e com mais de 15 meios de proteção e socorro envolvidos.

Até 30 de setembro, a área ardida em Portugal mais do que duplicou em relação a 2015. Os incêndios florestais consumiram 150.499 hectares. Ao fazer um balanço, a ANPC assumiu que a extinção de alguns fogos foi "muito difícil", mas no que toca ao combate "nada falhou".