A circulação ferroviária na Linha do Minho foi restabelecida cerca das 17:30, após ter estado cortada desde as 15:10 em Fiães, Valença, devido a uma derrocada de terras, disse à Lusa o CDOS de Viana do Castelo.

Segundo aquele Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS), será aplicado, contudo, "pelo menos até amanhã (segunda-feira)" um limite máximo de velocidade de circulação das composições de 30 quilómetros/hora.

A derrocada de terras sobre a Linha do Minho, no local de Fiães, em Valença, ocorreu pelas 15:10 na sequência da chuva intensa que caiu durante o dia, tendo as operações de limpeza da via sido asseguradas por efetivos da Refer e do serviço municipal de Proteção Civil.

Apesar de ter obrigado à interrupção da circulação de comboios, a decorrocada não causou feridos.