Mais de 600 mil portugueses com mais de 60 anos já se vacinaram contra a gripe sazonal, segundo o relatório do Vacinómetro, que monitoriza em tempo real a taxa de cobertura da vacinação.

De acordo com os dados compilados nos primeiros quinze dias de outubro, estima-se que 23% das pessoas com idade igual ou superior a 65 anos já tenham sido vacinadas, o que representa 474 mil idosos.

Este ano, a vacina para aquele grupo etário é novamente gratuita, com administração nos centros de saúde, sem necessidade de receita médica.

O Vacionómetro calcula ainda que já estejam imunizadas perto de 20% das pessoas dos grupos considerados prioritários pela Direção-Geral da Saúde - pessoas com mais de 65 anos, portadores de doenças crónicas e profissionais de saúde e de risco ¿ e do grupo recomendado (pessoas entre os 60 e os 64 anos).

Numa análise por grupo específico, a maior percentagem de vacinados nas duas primeiras semanas vai para as pessoas entre os 60 e os 64 anos (23,7%), num total de 153 mil, seguida dos idosos a partir dos 65 anos (23,3%).

Entre os portadores de doenças crónicas já terão levado a vacina 17,7% e no grupo dos profissionais de saúde e profissões do risco a imunização abrange 13,7%.

Entre os inquiridos que não se vacinaram, quase metade (44,8%) afirma ter ainda intenção de o fazer.

Lançado em 2009, o Vacinómetro vai monitorizando a taxa de cobertura da vacinação contra a gripe nos grupos prioritários e recomendados, um projeto da Sociedade Portuguesa de Pneumologia e da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, com o apoio de uma farmacêutica.