«Com dificuldades de equilíbrio, os responsáveis das Finanças e do Tesouro agarram-se um ao outro na trafulhice dos derivativos. Ela não sabia, ele não se lembra. Oh, tão tenrinhos... Certa documentação indicia que ajudaram a mascarar dívidas estonteantes nos tempos de Sócrates. E há o ministro Machete, essa vestal da política na podridão bancária, que fez dinheiro com amigos do PSD no BPN.»