Notícia atualizada às 10:59

Um incêndio nesta madrugada causou a morte de uma menina de 13 anos, segundo apurou a TVI24. O incidente ocorreu num prédio no Bairro do Zambujal, na Amadora. Oito pessoas ficaram desalojadas e foram encaminhadas para o hospital, por precaução. São familiares da criança. 

Na altura do incêndio, seis crianças estavam em casa, sem acompanhamento dos pais. A filha mais velha do casal, a vítima mortal, conseguiu retirar do local os irmãos, um a um, e colocá-los a salvo na rua.

No entanto, a rapariga voltou a entrar no apartamento, pensando que ainda faltava retirar alguém, e acabou por não sair mais.   

A menina entrou em paragem cardiorrespiratória. Foram feitas manobras de reanimação, mas acabou por morrer no Hospital Amadora-Sintra.

A habitação onde ocorreu o incêndio pertence ao município e, além «de medidas de realojamento temporário» no imediato, os desalojados vão ser acompanhados pelo departamento de Habitação da Câmara da Amadora no sentido de serem realojados em definitivo, admitiu a fonte municipal.

O INEM indicou à TVI24 que o alerta de incêndio foi dado às 03:46. Ninguém consegue perceber, ainda, como é que o incêndio deflagrou, constatou a jornalista Sara Bento, no local. 

À TVI24, os vizinhos mostraram-se  «revoltados» com a polícia, «porque a criança estava viva e bem e a polícia não deixou ninguém entrar para salvar a miúda», disse uma das moradoras da zona.

Estiveram presentes, no local, uma viatura de emergência médica do Hospital de Santa Maria e os bombeiros da Amadora.  A 
Polícia Judiciária está dentro do prédio a investigar.