O jardim e parque infantil «Sousa Mendes» vai ser inaugurado no próximo domingo em Toronto «para homenagear» e «dar a conhecer» ao Canadá o antigo cônsul de Portugal em Bordéus.

«Pretendemos recordar uma pessoa (Aristides Sousa Mendes) que em vida e em morte foi esquecido», disse esta quinta-feira à agência Lusa, Carlos Morgadinho, da Associação 25 de Abril, entidade que iniciou o projeto.

De acordo com Carlos Morgadinho, o projeto visa «divulgar a importância» que o antigo cônsul teve quando «salvou a vida de milhares de judeus».

A associação, com o apoio financeiro do sindicato da construção civil, a Liuna Local 183, projetou uma placa, a descerrar no próximo domingo, com um texto em português e inglês, em referência ao antigo diplomata, revelando os feitos «humanísticos» do antigo cônsul.

O Arlington Parkette, onde está situado o jardim público, a norte da Vaughan Road, próximo da Oakwood Avenue, foi convertido num jardim e recreio para crianças, numa zona onde reside uma grande comunidade judaica.

O vereador da Câmara Municipal de Toronto, Joe Mihevc, salientou que a denominação atribuída (Sousa Mendes) «vai servir para honrar a importância da história das comunidades portuguesa e judaica».

Durante a II Guerra Mundial, o ex-Cônsul Geral de Portugal em Bordéus, Aristides Sousa Mendes, ajudou a salvar milhares de vidas emitindo vistos para a saída de cerca de 30 mil pessoas, desafiando as ordens do governo português de então.

A cerimónia decorre às 13h30 do próximo domingo (18h30 em Lisboa), estando prevista a atuação de grupos musicais portugueses.

Na sessão, estará presente a embaixadora de Israel, Miriam Ziv, o neto de Aristides de Sousa Mendes, Luís Filipe Sousa Mendes, e Rui Afonso, autor de «Um Bom Homem», a biografia do antigo cônsul.

O projeto foi lançado pela Associação Cultural 25 de Abril de Toronto, como o apoio da Câmara local, envolvendo ainda outras instituições, como a Fundação Sousa Mendes, a escola Leo Baeck Day e ainda o Centro para Israel e Assuntos Judeus.